sábado, 5 de fevereiro de 2005

E chegou aquela época do ano que eu abomino tanto: o tal do Carnaval. Já digo e repito tantas vezes necessárias que é impossível esse país ir pra frente quando ele pára por uma semana praticamente para fazer festa... Não vou mentir, adoro ter folga (mas como segunda vou trabalhar de qualquer maneira, to pouco me lixando pra isso agora), mas ficar esse tempo todo parado é um absurdo.
Além disso, a TV só fala disso o tempo inteiro (e viva a TV a cabo, não sei como fiquei tanto tempo sem isso, ao menos já tirei todo o atraso hehehehehehe), deixando tudo quanto é notícia relevante para o último plano debaixo do tapete (podiam jogar um avião na Torre Eiffel mas iam preferir mostrar "as imagens do animado carnaval de Salvador - Rio, Recife, Pomboquinha das Torres, coloque a cidade de sua preferência"), fora que eu não aguento ver bunda rebolando na frente da TV, as fulanas que "dão o sangue e o suor pela escola do coração" e aquele bando de gente suada que passa uma semana inteira com o tal do abadá que não deve nem saber o significado de água.
Aí vão aparecer os chatos que vão dizer: "Ui, que guria chata! Não gosta de fazer nada..." Aí eu digo: "Pense o que quiser, mas não saio por aí gastando o meu dinheiro e o meu tempo para ser apalpada como tomate de feira por um bando de bêbados. Me divirto do meu jeito: ficando aqui no meu computador, vendo meus filmes e os meus seriados, namorando (com uma pessoa só e que eu gosto muito e não com qualquer Zé Mané que só vai se importar em perguntar o meu nome se eu der um beijo nele) e rindo com a história de quem sai por aí, fica bêbado e depois se dá mal.
Enquanto o Brasil não se conformar com o fato que tem que parar de fazer tanta festa, infelizmente, a gente vai continuar sendo fornecedor de matéria prima pro resto do mundo.
É por esse e tantos outros motivos que eu vou, literalmente, "pular" o carnaval...

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2005

Tere, acho que vc já deve ter visto mas achei isso aqui que creio que vai te interessar (a coisa boa é que tem toda a set list, é só baixar o espirito de Capitão Gancho e pegar as músicas na internet hehehehehehe).

segunda-feira, 31 de janeiro de 2005

Só espero que ninguém esqueça um celular com esse tipo de tom ligado numa igreja...
Quero retificar esta reportagem que postei aqui no blog, portanto esqueçam que algum dia eu vá ter um filho(a) que eventualmente se chamaria "Gabriel Mirc Kowalsky Manchein" ou "Julia Google Kowalsky Manchein"
Imagina o tanto de esteira que se tem que fazer pra gastar isso tudo de chocolate hehehehehehehehehe (ou o tamanho da dor de barriga que daria :P)